quarta-feira, 15 de março de 2017

MUSEUS NA CIDADE UNIVERSITÁRIA

Muitas unidades da Universidade de São Paulo (USP) mantêm coleções cientificas e culturais para divulgar conhecimento e preservar a memória da instituição. Na Cidade Universitária (Butantã), há várias. Avenida Afrânio Peixoto, Butantã. Acesso: Metrô Linha Quatro, Estação Butantã. Ônibus circular na saída: linhas 8012-10 e 8022-10.
O Museu de Anatomia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia foi inaugurado em 1984. O acervo, formado ao longo de muitos anos, é resultado de doações, permutas, intercâmbios e trabalhos de pesquisa de pós-graduandos. São mais de mil peças representativas de animais selvagens e domésticos, evidenciando as mais diversas estruturas anatômicas. A exposição reúne coleções de sete grandes grupos: Aves (coruja, arara, pinguim etc.), Bovídeos (gnu, boi etc.); Carnívoros (tigre, cães etc.); Equídeos (cavalo, jumento etc.); Primatas (homem); Suídeos (cateto, porco etc.) e Diversos (como peixes, répteis) e Mamíferos aquáticos (baleia orca e golfinho). O Museu recomenda a exposição “Dimensões do Corpo: da Anatomia à Microscopia” para todas as faixas etárias, podendo ser visitada individualmente ou em grupos organizados. Avenida Professor Orlando Marques de Paiva. Telefone 11-3091-1309. Funcionamento: de terça à sexta-feira - 9h às 17h, sábados - 9h às 14h. Ingresso individual, R$ 6. Gratuito na primeira terça-feira do mês.
Além de difundir a Oceanografia e as pesquisas desenvolvidas pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, o Museu Oceanográfico dá suporte às atividades de ensino fundamental e médio do Estado de São Paulo. A exposição é dividida em módulos sobre a dinâmica e a biodiversidade dos oceanos. Aberto ao público em 1988 como Museu e Aquário, a partir de 1992 passou para a categoria de Museu Oceanográfico. Praça do Oceanográfico, 191. Telefone: 11-3091-7149. Funcionamento: terça à sexta-feira das 9h às 17h. Sábados e domingos das 10h às 16h. Entrada gratuita.



O Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) mantém um dos maiores acervos arqueológicos e etnográficos do Brasil em formação desde o final do século XIX. Uma visita ao museu constitui uma viagem pela história dos povos mediterrâneos, do Oriente Médio e da América Pré-colombiana. A biblioteca reúne cerca de sessenta mil volumes (livros, catálogos, revistas e obras raras). “Polis: viver na cidade grega antiga” é a exposição que pode ser visitada até dia 30 de junho, de segunda a sexta-feira (exceto às terças-feiras) das 9 às 17 horas. Abre também no segundo sábado de cada mês das 10 às 16 horas. Avenida Prof. Almeida Prado, 1466. Telefone:(11) 3091-4905. Entrada gratuita.

Você já viu um meteorito? No Museu de Geociências, há uma coleção que inclui o Itapuranga, terceiro maior meteorito brasileiro. Ele pesa 628 kg, tem forma irregular e foi encontrado na Fazenda Curral de Pedra a 18 quilômetros da cidade de Itapuranga (GO). O Museu, ligado ao Instituto de Geociências da USP, tem cerca de quinze mil amostras (minerais, gemas, rochas, meteoritos e espeleotemas*) – um terço em exposição. A maior parte do acervo é nacional, mas há amostras de minerais raros provenientes da Rússia, China Groelândia, Tajiquistão (Ásia Central), Índia, Cazaquistão e Kirgízia (Ásia Central). R. do Lago, 562. Telefone:(11) 3091-4670. Aberto de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. Entrada gratuita.
*Formações rochosas que ocorrem no interior de cavernas.

Embora fechado para reformas vale a pena registrar o Museu de Anatomia Humana “Prof. Alfonso Bovero” do Instituto de Ciências Biomédicas para uma visita futura. Ele tem 1.800 peças anatômicas preparadas e conservadas por diversos métodos, separadas e catalogadas de acordo com os aparelhos que constituem o corpo humano. Ele dispõe ainda de cerca de 300 peças na reserva técnica, destinada a demonstrações em aulas práticas, reposição de eventuais perdas e exposições em escolas. Entre os esqueletos (cerca de 70) existem alguns que representam o Homem de Sambaqui – que viveu no litoral brasileiro em época pré-histórica. Endereço: Av. Prof. Lineu Prestes, 2415. Edifício III do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Telefone: 11 3091-7360.


Nenhum comentário:

Postar um comentário